1. Usuário
Assine o Estadão
assine

UCRÂNIA

Sob desconfiança de Kiev, Rússia envia ajuda a leste da Ucrânia

Cruz Vermelha, entidade que coordena a ação, diz não ter sido informada sobre o que há nos caminhões nem para onde eles se dirigem

01 DE Outubro DE 2014
30 DE Setembro DE 2014

ucrania
Um brasileiro entre os militantes pró-russos Um brasileiro entre os militantes pró-russos Um brasileiro entre os militantes pró-russos Um brasileiro entre os militantes pró-russos Um brasileiro entre os militantes pró-russos No Brasil, Rafael Lusvarghi foi acusado de integrar grupo de Black Blocks Separatistas pró-Rússia Militares da Ucrânia se preparam para recuar armas pesadas em região separatista Marcha em Moscou Reunião do Conselho de Segurança da ONU O presidente russo, Vladimir Putin Governo ucraniano conversa com rebeldes na Bielorrússia
Um brasileiro entre os militantes pró-russos
"Sou um guerreiro. Um guerreiro com convicções políticas e morais. Essas convicções me fazem apoiar a Nova Rússia e como sou um guerreiro essa é a melhor maneira que tenho de contribuir", declarou Lusvarghi em entrevista ao "Estado".
Um brasileiro entre os militantes pró-russos
"Não sou cientista político, mas acho que a Europa passa uma crise geral, fora a crise econômica, uma crise de identidade, muito se deve a essa coisa do pós-guerra de ser quintal da Otan", afirmou ao "Estado".
Um brasileiro entre os militantes pró-russos
Lusvarghi, cuja foto foi estampada nas capas dos jornais, de cabelos longos e sem camisa, dominado por policiais que disparavam spray de pimenta em seu rosto, trocou mensagens com o "Estado" nos últimos três dias, de seu alojamento militar entre as cidades de Donetsk e Lugansk.
Um brasileiro entre os militantes pró-russos
O ativista conta que chegou à região no dia 20. Demitido, ao ser preso, de seus dois empregos, de professor de inglês e assistente de helpdesk, Lusvarghi, de 30 anos, afirma que fez contato com os combatentes de etnia russa por meio de amigos, comprou a própria passagem e ingressou no Batalhão de Prisrak.
Um brasileiro entre os militantes pró-russos
Rafael Lusvarghi, o ex-legionário estrangeiro e ex-policial militar preso no dia 12 de junho em São Paulo durante protesto contra a realização do Mundial, juntou-se aos separatistas russos no leste da Ucrânia, onde comanda um pelotão.
No Brasil, Rafael Lusvarghi foi acusado de integrar grupo de Black Blocks
No Brasil, Rafael Lusvarghi foi acusado de integrar grupo de Black Blocks
Separatistas pró-Rússia
Um relatório recente da ONU estimou o saldo de mortes em 2.593 dos dois lados do conflito
Militares da Ucrânia se preparam para recuar armas pesadas em região separatista
Militares e rebeldes devem recuar a artilharia e outros equipamentos pesados 15 quilômetros de cada lado da linha de confronto, criando-se assim uma zona tampão
Marcha em Moscou
Milhares de pessoas em marcha no centro de Moscou
Reunião do Conselho de Segurança da ONU
O embaixador britânico para as Nações Unidas, Mark Lyall Grant, disse que a Rússia estava tentando comprometer as "investigações independentes credíveis" em curso
O presidente russo, Vladimir Putin
Após o escândalo da Agência de Segurança Nacional americana (NSA, na sigla em inglês), a Rússia determinou leis restringindo o conteúdo online e o uso da rede
Governo ucraniano conversa com rebeldes na Bielorrússia
O ex-presidente ucraniano, Leonid Kuchma, enviado de Kiev para Minsk, disse a jornalistas que o principal objetivo do diálogo seria assegurar que o cessar-fogo seja reforçado
+ fotos sobre Ucrânia »