1. Usuário
Assine o Estadão
assine

TRABALHO

"Direitos trabalhistas são inegociáveis", diz Aécio

O pré-candidato à presidência pelo PSDB ouviu críticas de empresários ao atual modelo de gestão no 2º Café da Manhã com presidenciáveis Estadão Corpora. O ex-governador de Minas Gerais defendeu o diálogo entre trabalhadores e empresários, mas não prometeu mudanças na legislação

11 DE Julho DE 2014
08 DE Julho DE 2014
04 DE Julho DE 2014
27 DE Junho DE 2014
19 DE Junho DE 2014

trabalho
Carteira de Trabalho João Paulo deixa presídio para trabalhar manoel dias Comemoração da Força Sindical em São Paulo Comemoração da Força Sindical em São Paulo Comemoração da Força Sindical em São Paulo Comemoração da Força Sindical em São Paulo Comemoração da Força Sindical em São Paulo Comemoração da Força Sindical em São Paulo Comemoração da Força Sindical em São Paulo Comemoração da Força Sindical em São Paulo Comemoração da Força Sindical em São Paulo
Carteira de Trabalho
No acumulado do primeiro semestre deste ano, segundo o Caged, o mercado formal de trabalho registrou a contratação líquida de 493.118 pessoas
João Paulo deixa presídio para trabalhar
Cinco condenados no processo do mensalão deixaram a cadeia para trabalhar após decisão tomada na semana passada pelo Supremo Tribunal Federal (STF)
manoel dias
Dias seria “corresponsável” por contratações indevidas, segundo a Justiça federal
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
Integrantes do programa de televisão "Pânico" também alegraram as comemorações.
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
No palco montado no Campo de Bagatelli, em Santana, dupla Patati Patata se apresentou para a multidão.
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
Evento teve a presença do presidente nacional do PPS, o deputado federal Roberto Freire (SP).
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) também participou da celebração do Dia do Trabalho em São Paulo.
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
Carvalho disse que não foi ao palanque de Paulinho, mas dos trabalhadores. "Espera aí, esse é o palanque respeitável de milhares e milhares de trabalhadores da Força". À saída, o secretário da Presidência apontou para Aécio. "Quem anunciou medidas impopulares é o Aécio."
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
O secretário geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, deixou o evento contrariado. "Esse tipo de reação dele (Paulinho) eu não levo a sério. Não podemos levar a sério esse tipo de declaração feita nesse momento. Já estou acostumado. Eu não vou fazer guerra nenhuma. Esse tipo de manifestação não é ouvido pela gente. O que eu ouço é a fala séria do João, do Miguel do Juruna, de todo o pessoal da Força."
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
O deputado Paulinho da Força (Solidariedade) radicalizou o discurso, ao falar dos escândalos que cercam a Petrobrás. Ele disse que Dilma vai parar no presídio da Papuda, em Brasília.
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
Campos, por seu lado, após o pronunciamento, declarou que, se eleito, vai blindar a Petrobrás de influências e ingerências políticas e cobrou profissionalismo na gestão da estatal petrolífera.
Comemoração da Força Sindical em São Paulo
O ministro do Trabalho, Manoel Dias, saiu em defesa da presidente e do governo. "Ele (Paulinho) não precisava ofender a presidente. Os trabalhadores tiveram aumento real de salário nesses últimos anos, 40,9% acima da inflação. O aumento do salário mínimo já está em 78% acima da inflação. Geramos 21 milhões de empregos em 10 anos."
+ fotos sobre TRABALHO »