1. Usuário
Assine o Estadão
assine

PRAIA

21 DE Fevereiro DE 2014
20 DE Fevereiro DE 2014
20 DE Janeiro DE 2014
15 DE Janeiro DE 2014
10 DE Janeiro DE 2014

praia
Pedro Solberg e Emanuel conquistam bronze na Holanda Brasil bilha no Grand Slam de Haia Juliana e Maria Elisa são favoritas no torneio da Holanda Duplas brasileiras vão às oitavas de final no vôlei de praia Larissa vence ao lado de Talita em Haia Duplas brasileiras vencem duas e perdem uma no vôlei de praia Arena montada em Haia, na Holanda Alison e Bruno Schmidt levam a prata no Grand Slam de Gstaad
Pedro Solberg e Emanuel conquistam bronze na Holanda
Pedro Solberg e Emanuel voltam a competir no próximo fim de semana no Grand Slam de Long Beach, nos Estados Unidos
Brasil bilha no Grand Slam de Haia
Fernanda Berti e Taiana ficam como ouro e Juliana e Maria Elisa ficaram com o bronze
Juliana e Maria Elisa são favoritas no torneio da Holanda
Juliana e Maria Elisa são favoritas no torneio da Holanda
Duplas brasileiras vão às oitavas de final no vôlei de praia
Emanuel e Pedro Solberg perderam para os poloneses Losiak e Kantor, mas ganharam na sequência dos holandeses Stiekema e Varenhorst
Larissa vence ao lado de Talita em Haia
Dupla bateu norte-americanas e alemãs no Grand Slam holandês
Duplas brasileiras vencem duas e perdem uma no vôlei de praia
Dupla Emanuel/Pedro Solberg venceram os os mexicanos Lombardo Ontiveros e Juan Virgen
Arena montada em Haia, na Holanda
Arena montada em Haia, na Holanda
Alison e Bruno Schmidt levam a prata no Grand Slam de Gstaad
Brasileiros são derrotados na final do Grand Slam de Gstaad
"Deprimido", Marcelo Cesca usou a ironia para "protestar" contra a demora no julgamento de seu caso
O corregedor nacional de Justiça, Francisco Falcão, pediu, nesta segunda-feira, ao presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1.ª Região que preste informações com urgência sobre as conclusões de um procedimento aberto contra o magistrado. O CNJ disse não haver procedimento pendente no qual o juiz conste: "O afastamento do magistrado não decorreu de atuação deste Conselho, mas sim de decisão do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região (TRF1), em processo que avalia a sua higidez laboral".
"Deprimido", Marcelo Cesca usou a ironia para "protestar" contra a demora no julgamento de seu caso
Ele ainda acrescenta, referindo-se à Lei Orgânica da Magistratura Nacional, que rege a atividade de juízes: "Vida longa ao CNJ e à LOMAN!". Cesca foi afastado do cargo em novembro de 2011 durante um período em que sofria de depressão, após, supostamente, ter sofrido um problema psiquiátrico. Em entrevistas, nesta segunda, ele afirmou já ter pedido que seu processo fosse julgado. "Não é falta de vontade de trabalhar. O problema é que o CNJ não julga meu caso", explicou.
"Deprimido", Marcelo Cesca usou a ironia para "protestar" contra a demora no julgamento de seu caso
Em outra imagem, sentado numa cadeira de praia com um drink na mão esquerda, desabafa: "Não é viver no Brasil". Na legenda de outra foto, tirada no mesmo dia, o magistrado ironiza. "Eu agradeço ao Conselho Nacional de Justiça por estar há 2 anos e 3 meses recebendo salário integral sem trabalhar, por ter 106 dias de férias mais 60 dias pra tirar a partir de 23/03/14, e por comemorar e bebemorar tudo isso numa quinta-feira à tarde do lado de minha namorada de 19 anos!", escreveu o magistrado.
"Deprimido", Marcelo Cesca usou a ironia para "protestar" contra a demora no julgamento de seu caso
"Deprimido" por receber regularmente salário de R$ 22 mil há mais de 2 anos, sem trabalhar, o juiz federal Marcelo Antonio Cesca, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, usou a ironia e as mídias sociais para "protestar" contra a situação. Nesta semana, Cesca publicou no Facebook fotos na praia com a namorada. "Estou deprimido", escreveu ele na legenda de uma imagem em que aparece de boné e óculos escuros.
+ fotos sobre PRAIA »