1. Usuário
Assine o Estadão
assine

POLICIA

Políticos com foro privilegiado devem ser o próximo alvo da Lava Jato
14 DE Dezembro DE 2014
12 DE Dezembro DE 2014
11 DE Dezembro DE 2014
07 DE Dezembro DE 2014

policia
São Paulo quer agilizar perícia de morte na capital O policial Darren Wilson, de Fergusson, é acusado de matar um jovem negro Tempestade esfria protestos raciais na Califórnia Policial militar é baleado durante assalto na Marginal do Tietê Quatro policiais militares são baleados no Complexo do Alemão Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul
São Paulo quer agilizar perícia de morte na capital
São Paulo quer agilizar perícia de morte na capital
O policial Darren Wilson, de Fergusson, é acusado de matar um jovem negro
O policial Darren Wilson, de Fergusson, é acusado de matar um jovem negro
Tempestade esfria protestos raciais na Califórnia
Prisão. Policial à paisana aponta arma para ativistas
"Eu não consigo respirar", repetiam os manifestantes em Westfield
"Eu não consigo respirar", repetiam os manifestantes em Westfield
Policial militar é baleado durante assalto na Marginal do Tietê
Agente foi baleado na noite desta terça, 9
Quatro policiais militares são baleados no Complexo do Alemão
O Movimento Rio de Paz promove ato público em homenagem à policiais militares assassinados no Rio de Janeiro nos últimos dois anos, na areias da Praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, onde foram fincadas 152 cruzes e fotos em memória dos policiais
Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul
Além das 152 cruzes, uma maior, de aproximadamente três metros, foi enrolada com uma farda da PM manchada de tinta vermelha para representar o sangue dos policiais mortos.
Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul
"Nós entendemos que direitos humanos não têm lado, e por isso hoje nós estamos do lado da polícia", disse Antônio Costa, fundador do Rio de Paz.
Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul
O movimento Rio de Paz já realizou outros atos semelhantes, incluindo protesto contra os gastos na Copa do Mundo e pelo desaparecimento do pedreiro Amarildo.
Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul
Com o olho direito ferido, policial que compareceu ao ato com os filhos pede mais proteção do Estado.
Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul
Convocada pelas redes sociais, a manifestação recebeu algumas críticas de pessoas que consideram a PM do Rio violenta.
Manifestação fincou 152 cruzes na areia da Praia de Copacabana, na zona sul
Além da homenagem aos PMs mortos, a manifestação também pedia por mais segurança aos policiais e mudanças no Código Penal.
+ fotos sobre POLICIA »