1. Usuário
Assine o Estadão
assine

PMDB

Skaf não cita Dilma e diz 'votar com partido' para presidente'

O candidato ao governo de São Paulo pelo PMDB, Paulo Skaf, afirma que o partido da presidente Dilma Rousseff é seu adversário no Estado. Mesmo assim, Skaf diz que votará na chapa do PT, que tem como vice Michel Temer

17 DE Setembro DE 2014
15 DE Setembro DE 2014
12 DE Setembro DE 2014

pmdb
O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf O vice-presidente Michel Temer Paulo Skaf em campanha O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf O vice-presidente Michel Temer O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf Para Temer, indicações políticas na Petrobrás diminuíram com Dilma Temer afirma que PMDB será oposição Os candidatos ao governo de São Paulo, Paulo Skaf e Alexandre Padilha Paulo Skaf ao lado de Gilberto Kassab na Aclimação O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha
O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf
Para estimular os aliados, Skaf contou que, em suas andanças, um jovem que sempre havia votado no PSDB pegou em sua mão e declarou o voto
O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf
Em reunião com lideranças comunitárias numa churrascaria da rodovia Anhanguera, ele fez um apelo para um esforço final da militância
O vice-presidente Michel Temer
Para Temer, a queda não tem relação com as revelações do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, em sua delação premiada
Paulo Skaf em campanha
Ele disse que o tucano está caindo, sem se referir ao crescimento do candidato petista Alexandre Padilha na região da pesquisa
O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf
O peemedebista também defendeu a criação da Secretaria Especial do Povo e negou que a medida incharia a máquina do Estado
O vice-presidente Michel Temer
Segundo ele, a inflação tem sido usada como calcanhar de Aquiles da presidente, mas disse que a tendência "é de manutenção da inflação é no teto da meta"
O candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf
O peemedebista reafirmou que vai criar a Secretaria Especial do Povo, proposta que se tornou alvo dos adversários
Para Temer, indicações políticas na Petrobrás diminuíram com Dilma
Michel Temer defendeu atuação do governo do PT na Petrobrás
Temer afirma que PMDB será oposição "em primeiro momento" caso Marina vença
Temer diz que é difícil governar sem apoio do PMDB.
Os candidatos ao governo de São Paulo, Paulo Skaf e Alexandre Padilha
"Quem só representou os ricos, não é no mês da eleição que vai começar a sentir as dores e representar os mais pobres", criticou o candidato petista
Paulo Skaf ao lado de Gilberto Kassab na Aclimação
"Quando você tem um adversário apavorado , ele fala coisas que não são verdadeiras", disse o candidato
O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha
O líder do PMDB considerou ainda como "muito ruim" os vazamentos das primeiras informações prestadas por Paulo Roberto Costa
+ fotos sobre PMDB »