1. Usuário
Assine o Estadão
assine

PETROBRAS

Vital do Rêgo rejeita nova CPI da Petrobrás

Presidente das duas CPIs que investigam o esquema de corrupção na Petrobrás, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) diz que ideia da oposição de instalar uma nova CPI em 2015 depende da conclusão da atual investigação

26 DE Novembro DE 2014
25 DE Novembro DE 2014

petrobras
Suíça coloca condições para devolução de dinheiro desviado da Petrobrás Paulo Roberto Costa Juiz da Operação Lava Jato Onze executivos integram 1º pedido de condenação  Márcio Thomaz Bastos Márcio Thomaz Bastos Márcio Thomaz Bastos Márcio Thomaz Bastos Petrobrás Empresas investigadas na Lava Jato tentam acordo com CGU Petrobrás prevê reajustes mais frequentes da gasolina em 2015 José Carlos Cosenza
Suíça coloca condições para devolução de dinheiro desviado da Petrobrás
Suíça quer garantias de que valor congelado pela Justiça retorne ao país
Paulo Roberto Costa
Ex-diretor da Petrobrás em uma das sessões da CPMI da Petrobrás
Juiz da Operação Lava Jato
Para Sergio Moro, se dinheiro desviado chegou a políticos, trata-se de um outro crime
Onze executivos integram 1º pedido de condenação
Paulo Roberto Costa atuava, segundo a PF, com facilitador do doleiro Alberto Youssef na Petrobrás, tanto no período em que ocupava o cargo, entre 2004 e 2012, quanto depois, como consultor do setor petroquímico
Márcio Thomaz Bastos
Atualmente, Thomaz Bastos era coordenador da defesa de empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato
Márcio Thomaz Bastos
O criminalista atuou na defesa do contraventor Carlinhos Cachoeira, acusado de exploração de jogo ilegal, mas deixou o caso em julho de 2012.
Márcio Thomaz Bastos
O advogado foi um dos nomes da defesa de réus do processo do mensalão. Thomaz Bastos representou o ex-dirigente do Banco Rural José Roberto Salgado.
Márcio Thomaz Bastos
Criminalista e ex-ministro Márcio Thomaz Bastos morreu aos 79 anos
Petrobrás
Valor de mercado da empresa despencou nos últimos quatro anos
Empresas investigadas na Lava Jato tentam acordo com CGU
Empresas investigadas pela operação Lava Jato entraram em contato com CGU para tentar colaborar com as investigações em troca de perdão ou redução de penalidades
Petrobrás prevê reajustes mais frequentes da gasolina em 2015
Sede da Petrobrás no centro do Rio de Janeiro
José Carlos Cosenza
José Carlos Cosenza (ao centro) em evento da Petrobrás, no Rio
+ fotos sobre Petrobras »