1. Usuário
Assine o Estadão
assine

PESQUISA

Top News: Datafolha agrada mercado e impulsiona Bovespa

A reviravolta na corrida presidencial apresentada pela pesquisa Datafolha, que incluiu Marina Silva como candidata do PSB, motivou alta forte da bolsa.

02 DE Setembro DE 2014
27 DE Agosto DE 2014
19 DE Agosto DE 2014
13 DE Agosto DE 2014

pesquisa
Notas de dólar As novidades da semana no campo científico As novidades da semana no campo científico As novidades da semana no campo científico As novidades da semana no campo científico As novidades da semana no campo científico As novidades da semana no campo científico Pesquisa CNI/Ibope Pesquisa mostra que o Brasil tem 370 mil consumidores regulares da droga Pesquisa mostra que o Brasil tem 370 mil consumidores regulares da droga Pesquisa mostra que o Brasil tem 370 mil consumidores regulares da droga Pesquisa mostra que o Brasil tem 370 mil consumidores regulares da droga
Notas de dólar
Resultado favorável a Marina é bem recebido neste primeiro momento pelos agentes financeiros
As novidades da semana no campo científico
Saurabh Saha, pesquisadora da BioMed Valley Discoveries Inc. em Kansas obteve sucesso no tratamento de câncer em cachorros usando bactérias. Saha e seus colegas inocularam cepas da bactéria C. novyi em 16 cachorros. Em seis deles o tumor diminuiu ou desapareceu, e em outros cinco ele estabilizou. O tratamento deve ter eficiência em humanos já que as duas espécies têm a mesma complexidade cancerígena.
As novidades da semana no campo científico
Cientistas estudam tartarugas "falantes" na região amazônica do Brasil. Os pesquisadores descobriram que a tartaruga gigante sulamericana de rios emite diversos tipos de comunicação vocal para coordenar seus comportamentos sociais, incluindo um som emitido por fêmeas para chamar seus filhotes. A dra. Camila Ferrara da WCS Brasil diz que ainda não é possível identificar o significado de cada som, mas que a variabilidade de sons provoca um insight único no comportamento destes animais.
As novidades da semana no campo científico
Um novo estudo promovido pela Universidade de Princeton diz que a poeira espalhada pela queda do World Trade Center em 11 de setembro de 2001 pode ter causado problemas de gravidez às mulheres que viviam perto das torres gêmeas. De acordo com a pesquisa, essas mães tinham maior propensão a ter partos prematuros e filhos com baixo peso ao nascer. Comparadas com seus pares que não tiveram exposição à poeira do 11 de setembro, a chance de bebês com baixo peso era duas vezes maior.
As novidades da semana no campo científico
Uma equipe internacional de pesquisadores descobriu que o pirarucu, peixe de maior importância econômica da Amazônia, já não é encontrado em algumas comunidades locais do Pará, onde sua exploração é feita de forma predatória. Essa conclusão indica que a pesca pode levar à extinção os peixes grandes, fáceis de capturar e com alto valor comercial.
As novidades da semana no campo científico
O matemático carioca Artur Avila Cordeiro de Melo, de 35 anos, foi escolhido pela União Internacional de Matemática para receber a Medalha Fields, considerado o prêmio Nobel de Matemática. É a primeira vez que um latino-americano recebe essa láurea. Artur mora em Paris, onde trabalha como diretor de pesquisa no Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS, na sigla em francês).
As novidades da semana no campo científico
Um grupo de pesquisadores brasileiros anunciou nesta quinta-feira, 14, uma descoberta de impacto mundial: eles identificaram um conjunto de fósseis de 47 pterossauros - répteis voadores pré-históricos - de uma espécie até agora desconhecida, que viveu há cerca de 80 milhões de anos. Os fósseis, encontrados em Cruzeiro do Oeste, no noroeste do Paraná, são uma raríssima ocorrência de pterossauro no interior de continentes. A nova espécie de pterossauro recebeu o nome de Caiuajara dobruskii.
Pesquisa CNI/Ibope
CNI/Ibope aponta Dilma com 39%, Aécio com 21% e Campos com 10%
Pesquisa mostra que o Brasil tem 370 mil consumidores regulares da droga
O levantamento mostrou que 14% dos usuários de crack são menores de idade. Isso equivale a dizer que aproximadamente 50 mil crianças e adolescentes das capitais brasileiras fazem uso da substância.
Pesquisa mostra que o Brasil tem 370 mil consumidores regulares da droga
O estudo indica que a grande maioria dos usuários (78,9%) deseja se tratar. Apesar da disposição, o trabalho mostra um baixo acesso aos serviços: 20% disseram ter procurado posto de saúde e 17,5%, de alimentação gratuita nos trinta dias que antecederam a pesquisa. De acordo com o trabalho, 6,3% procuraram os CAPS-Ad.
Pesquisa mostra que o Brasil tem 370 mil consumidores regulares da droga
Cerca de 10% das usuárias entrevistadas relataram estar grávidas no momento da entrevista. Mais da metade das usuárias já havia engravidado ao menos uma vez desde o início do consumo de crack e drogas similares.
Pesquisa mostra que o Brasil tem 370 mil consumidores regulares da droga
O tempo médio de consumo da droga entre o grupo feminino é de 72,8 meses, menor do que o masculino (83,9 meses). Apesar disso, o consumo de pedras usadas, num mesmo dia, é significativamente maior. Elas relataram consumir em média num mesmo dia 21 pedras, enquanto homens indicaram usar 13 pedras.
+ fotos sobre PESQUISA »