1. Usuário
Assine o Estadão
assine

MARÉ

Trailer de ''Maré, Nossa História de Amor''

Analídia é a filha de um chefe do tráfico de drogas na favela da Maré. Jonatha é irmão de Dudu, que disputa o poder com o pai de Analídia. Os dois irão se envolver e terão de lutar para ficarem juntos

23 DE Maio DE 2014
16 DE Abril DE 2014
15 DE Abril DE 2014

mare
Na Maré, o Exército e Marinha fazem parte das Forças de Pacificação Soldados das Forças Armadas fazem segurança da Favela da Maré Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes
Na Maré, o Exército e Marinha fazem parte das Forças de Pacificação
Na Maré, o Exército e Marinha fazem parte das Forças de Pacificação
Soldados das Forças Armadas fazem segurança da Favela da Maré
A substituição das Forças Armadas pela Polícia Militar, por meio de UPPs, estava inicialmente prevista para 31 de julho
Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré
Nessa segunda, na favela Vila dos Pinheiros, uma das comunidades atacadas, uma equipe de reportagem do "Estado" foi abordada por três traficantes, que determinaram que não fossem tiradas fotografias do local em que estavam.
Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré
Eles acusam traficantes de drogas do vizinho complexo do Caju, que estariam interessados em assumir as "bocas" da Maré, cujas quadrilhas estariam fragilizadas por causa da ocupação militar.
Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré
A vítima está internada no Hospital Souza Aguiar e deverá ser submetida nesta terça a uma cirurgia. Após os ataques, mototaxistas chegaram a fechar três pistas da Avenida Brasil, liberadas em seguida por PMs do Batalhão de Policiamento de Vias Expressas (BPVE).
Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré
O complexo está ocupado há dez dias pela Polícia Militar e desde sábado por 2,5 mil profissionais da Marinha e do Exército. De acordo com moradores, homens em um Corolla preto atacaram a tiros pontos de mototaxistas em três comunidades do complexo, a partir das 23h30: Vila dos Pinheiros, Vila do João e Conjunto Esperança, onde foi baleado nas costas o motociclista Fábio da Silva de Barros, de 28 anos.
Após tiroteio, militares reforçam patrulhamento no Complexo da Maré
Tiroteios ocorridos no fim da noite dessa segunda-feira, 7, no complexo de favelas da Maré (zona norte do Rio de Janeiro) resultaram em pelo menos uma pessoa ferida e em protesto de moradores que tentaram, no início desta madrugada, interromper o tráfego na Avenida Brasil, principal acesso à área.
Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes
Atuam no complexo de favelas traficantes do Comando Vermelho e do Terceiro Comando Puro, além de uma milícia. Já no Alemão e na Penha havia apenas criminosos do CV.
Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes
Devido à maior complexidade da Maré, o número de militares federais que atuam na região é cerca de 40% maior do que o utilizado na Força de Pacificação dos complexos do Alemão e da Penha, entre 2010 e 2012. Naquela ocasião, a tropa continha cerca de 1.800 militares (apenas do Exército).
Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes
Ontem, a presidente Dilma Rousseff (PT) usou a conta pessoal no microblog Twitter para afirmar que as Forças Armadas "mais uma vez demonstram seu compromisso" com o País.
Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes
"Arma a gente já viu muitas, é comum, mas tanque de guerra eu não conhecia", afirmou uma moradora que se identificou apenas como Maria do Carmo, de 47 anos.
Movimentação das Forças Armadas começou às 5 horas deste sábado com 2,5 mil agentes
Até as 8h30, não foram registrados confrontos. A única novidade é que moradores se aglomeram perto dos tanques militares para fotografá-los.
+ fotos sobre Maré »