1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Imposto de Renda 2015

Período de declaração começou no dia 2 março e vai até 30 de abril; saiba quais documentos ter em mãos para fugir da malha fina

    Reprodução

    A entrega da declaração do Imposto de Renda 2015, ano-calendário 2014, teve início no dia 2 de março e se estenderá até 30 de abril. Faça aqui o download dos programas da Receita Federal. 

    O contribuinte deve se organizar o quanto antes para evitar os erros e omissões que levam à malha fina do Fisco. Além disso, quanto antes o documento for entregue, mais cedo vem a restituição. Ao todo, serão sete lotes, com o primeiro pagamento no dia 15 de junho. Idosos e pessoas portadoras de doenças graves têm prioridade no recebimento. 

    Quem optar pelo modelo completo (o qual prevê as deduções legais em vez do desconto simplificado de 20% dos rendimentos tributáveis) deve separar todos os recibos médicos, as despesas com educação e os dados dos dependentes, inclusive do cônjuge. No caso de dependentes com rendimentos, os valores também precisam ser informados. Para escolher entre simplificado e completo, o contribuinte deverá preencher o programa gerador, que informará qual é a melhor opção.

    De acordo com as normas da Receita, o abatimento para quem escolher a declaração simplificada está limitado a R$ 15.880,89. Já para quem optar pela completa, a dedução por dependente é de R$ 2.156,52 e, com gastos com educação, de R$ 3.375,83. E os gastos com a previdência do empregado doméstico poderão ser descontados em até R$ 1.152,88. 

    Em 2014, o Fisco recebeu um recorde de 26,9 milhões de declarações. Para esta temporada, o órgão se prepara para processar um total de 27,5 milhões de documentos.

    Neste ano, estão obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 ou rendimentos não tributáveis acima de R$ 40 mil, ou, ainda, quem tinha bens com valores a partir de R$ 300 mil em 31 de dezembro de 2014. O contribuinte que perder o prazo pagará multa de 1% ao mês sobre o imposto devido, sendo que o valor mínimo é R$ 165,74.

    Este ano, a novidade é a criação da declaração online, que pode ser feita por meio de computador ou dispositivo móvel, acessando o e-CAC (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte). Essa modalidade, no entanto, só poderá ser usada pelo contribuinte com certificação digital. A declaração pré-preenchida, que já foi oferecida ao contribuinte em 2014, também só pode ser acessada com o certificado.

    Organização: 15 documentos importantes 

    1 - Cópia da declaração entregue em 2014 (ano-calendário 2013)

    2- Informes de rendimentos de instituições financeiras, bem como de salários, pró-labore, distribuição de lucros, aposentadorias etc.

    3- Controle de compra e venda de ações, com apuração mensal de imposto

    4- Recibos e notas fiscais relativos a despesas com saúde

    5- Comprovantes de despesas com instituições de ensino

    6- Recibos de pagamentos à previdência privada e oficial

    7- Recibos de aluguéis pagos ou recebidos

    8- Documentos que comprovem venda ou compra de bens em 2014

    9- Recibos de pagamentos de prestação de bens como imóvel e carro

    10- Documentos comprobatórios de dívidas assumidas em 2014

    11- Comprovantes de despesas do livro-caixa (para prestadores de serviços autônomos)

    12- Darfs de carnê-leão pagos

    13- Comprovante de doações para fins de incentivos fiscais (Fundos da Criança e do Adolescente, Lei Rouanet, Audiovisuais etc.)

    14- Todos os documentos acima referentes a dependentes, além do número do CPF de dependentes maiores de 18 anos e de todos os alimentandos

    15 - Dados da conta bancária para restituição ou débito das cotas do imposto

    Previdência
    CNPJ DO INSS MUDA E AFETA APOSENTADOS
    CNPJ DO INSS MUDA E AFETA APOSENTADOS

    Apesar da alteração, governo diz que IR com dado antigo não será retido na malha

    Fique atento
    • Bens e Direitos

      Carro: como declarar compra e venda

      Informação deve ser inserida na ficha de bens e direitos; aquisição via leasing merece atenção e também deve constar na ficha de dívidas

    • Fiscalização

      Nove erros que devem ser evitados

      Omissão de rendimentos é o principal motivo que leva à malha fina do Fisco; deduções e carne-leão também estão na lista de principais retenções

    Despesa médica
    COMO DECLARAR PLANO DE SAÚDE FAMILIAR
    COMO DECLARAR PLANO DE SAÚDE FAMILIAR

    Dependentes podem deduzir do IR o valor do plano que lhes corresponder no contrato

    Planejamento tributário
    BEBÊ COM CPF PODE TER IR PRÓPRIO
    BEBÊ COM CPF PODE TER IR PRÓPRIO

    No caso de pais separados, pode ser vantajoso o filho declarar separadamente

    Tecnologia
    DADOS DO IR PODEM SER SALVOS NA NUVEM
    DADOS DO IR PODEM SER SALVOS NA NUVEM

    É possível armazenar online as informações e depois acessá-las de qualquer plataforma

    Gasto com educação
    MATERIAL ESCOLAR NÃO É DEDUTÍVEL
    MATERIAL ESCOLAR NÃO É DEDUTÍVEL

    Despesas com instrução podem ser abatidas da renda tributável até o limite de R$ 3.375,83

    IMÓVEIS
    Empréstimo
    Antecipar restituição está mais caro
    Antecipar restituição está mais caro

    Na Caixa Econômica Federal, juro quase dobrou; linha é indicada para emergências

    Carnê-leão
    Livro-caixa facilita IR do autônomo
    Livro-caixa facilita IR do autônomo

    Grande parte das despesas dos profissionais autônomos e liberais pode ser deduzida

    Novo app
    Contribuinte pode fazer rascunho do IR
    Contribuinte pode fazer rascunho do IR

    Receita Federal lança aplicativo para facilitar o preenchimento da declaração; saiba como

    Cuidado
    Indenizações nem sempre são isentas
    Indenizações nem sempre são isentas

    Valor pode ser isento, tributável, tributado exclusivamente na fonte ou ter carnê-leão

    Vídeo
    Você sabe quanto paga de impostos?
    Você sabe quanto paga de impostos?

    Sistema tributário brasileiro castiga o consumidor e alivia a renda e a propriedade

    Imposto após a morte
    COMO ELABORAR A DECLARAÇÃO DE ESPÓLIO
    COMO ELABORAR A DECLARAÇÃO DE ESPÓLIO

    Para efeitos fiscais, a responsabilidade do contribuinte só se extingue após o inventário

    Entenda
    NOTA FISCAL PAULISTA: COMO DECLARAR?
    NOTA FISCAL PAULISTA: COMO DECLARAR?

    Recomendação vale, principalmente, para quantias maiores, que impactaram o patrimônio

    Especial
    A história do IR no Brasil
    A história do IR no Brasil

    Veja curiosidades sobre a criação do tributo no País e no mundo; aqui, IR foi criado em 1922

    Mais notícias sobre Imposto de Renda

    Notícias e reportagens