1. Usuário
Assine o Estadão
assine

HAITIANOS

Haitianos e africanos vivem em abrigo precário em São Paulo

Sem banheiros nem ventilação adequados, cerca de 200 imigrantes se amontoam em abrigo público do Glicério e recebem comida só uma vez ao dia

29 DE Abril DE 2014
28 DE Abril DE 2014
26 DE Abril DE 2014

haitianos
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
Nessa quinta-feira, 24, Eloisa de Souza Arruda, ameaçou denunciar o Acre à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) - entidade da OEA - em razão do envio de haitianos para a capital paulista nos últimos 15 dias. Arruda classificou como "violação da dignidade" dos cidadãos haitianos o envio dos imigrantes para São Paulo.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
Nessa quinta-feira, 24, Eloisa de Souza Arruda, ameaçou denunciar o Acre à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) - entidade da OEA - em razão do envio de haitianos para a capital paulista nos últimos 15 dias. Arruda classificou como "violação da dignidade" dos cidadãos haitianos o envio dos imigrantes para São Paulo.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
O padre Paolo Parise, do Centro da Pastoral do Migrante, tem acolhido como pode os imigrantes. A maior parte deles, no entanto, já conseguiu lugar para ficar. Mas a questão trabalhista persiste. "O documento está demorando um mês e meio para sair", diz o padre. Enquanto não sai, os haitianos continuam ali.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
O governador do Acre Tião Viana (PT) ameaçou denunciar a secretária "por preconceito e tentativa de higienização" em relação aos imigrantes haitianos que se deslocaram para São Paulo. Especialista ouvida pelo "Estado" afirma que processo na Organização dos Estados Americanos (OEA) é medida impossível.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
Nessa quinta-feira, 24, Eloisa de Souza Arruda, ameaçou denunciar o Acre à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) - entidade da OEA - em razão do envio de haitianos para a capital paulista nos últimos 15 dias. Arruda classificou como "violação da dignidade" dos cidadãos haitianos o envio dos imigrantes para São Paulo.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
A secretária da Defesa da Cidadania Eloisa de Souza Arruda fez duras críticas na quarta-feira a seu equivalente no Acre, o secretário de Justiça e Direitos Humanos Nilson Mourão. O chamou de "desleal" ao enviar os haitianos a São Paulo sem avisá-la. Ele rebateu, afirmando que ela "deveria se informar melhor" sobre a situação e dizendo que os haitianos não queriam ficar no Acre, uma vez que as melhores oportunidades estão no sul do País - São Paulo incluso. "Nós ajudamos. É o digno", afirmou.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
Depois do começo da vida no país arrasado, juntar toda a renda para a viagem ao Brasil e passar fome no Acre, segundo relatam, os haitianos vieram de ônibus até São Paulo. Alguns, com parentes já aqui, tinham promessa de emprego. Mas a falta da documentação atrapalhou os planos.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
O pleno emprego brasileiro, que enche a boca de líderes governamentais, foi o que atraiu os imigrantes, nascidos em um dos países mais pobres do mundo e que foi destruído em 2010 por um terremoto. "Meu governo tem muita culpa pelo que está acontecendo. Eles não trabalham. Receberam ajuda do mundo todo depois do terremoto, mas roubam todo o dinheiro", acusa Thomas Evenson, de 25 anos, que já está há dois anos no Estado de São Paulo.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
O grupo está, há duas semanas, no Centro da Pastoral do Migrante, no Glicério, no centro da cidade. "Vim porque havia promessa de oportunidades aqui. O Brasil tem muito emprego. Mas não consegui nenhum porque não tenho carteira de trabalho", diz o haitiano, que pretende trabalhar para pagar uma formação universitária por aqui. Agora, enquanto aguarda o documento, passa os dias sem ter o que fazer.
Governador do AC critica recebimento de imigrantes em São Paulo; secretária diz que não foi avisada
O som caloroso da música caribenha que saía de um aparelho de som barato nas mãos do haitiano Ricardo Assainth, de 18 anos, contrastava com a situação do grupo de oito pessoas que ouvia a música na manhã fria de São Paulo desta quinta-feira, 24. Fazendo só uma refeição por dia, dormindo em cima de cobertores sobre o chão duro, e sem fazer ideia de qual seria seu futuro, eles cantavam a música, imediatamente associada ao sol das praias tropicais.
+ fotos sobre haitianos »