1. Usuário
Assine o Estadão
assine

GOULART

28 DE Março DE 2014

goulart
Ricardo Goulart diz que vive o melhor momento da carreira Meia do Cruzeiro espera que os companheiros mantenham o bom momento Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Ricardo Goulart diz que vive o melhor momento da carreira
Ricardo Goulart é o artilheiro isolado do Brasileirão com sete gols
Meia do Cruzeiro espera que os companheiros mantenham o bom momento
Meia do Cruzeiro espera que os companheiros mantenham o bom momento
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Casal em entrevista para o Estado em 1997. Neste ano, Paulo regressou mais uma vez à TV Globo e interpretou o aviador Ulisses em Zazá, de Lauro César Muniz. Em 2002, Benedito Rui Barbosa daria a ele mais um personagem memorável, o vilão Farina de Esperança.
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Foto de Paulo Goulart e seu filho em 1996.
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
A família, sem o pai, em 1987: Paulo Goulart Filho (esq), Nicette Bruno, Bárbara Bruno e Beth Goulart. Em 2006, os Goulart foram homenageados no 18º Prêmio Shell de Teatro. Paulo, Nicette e os filhos, que trabalham juntos em diversos projetos, mantinham uma produtora (Nicette Bruno Produções Artísticas) e a M.F. (Miessa e Filhos), que administra o Teatro Paiol. Foram premiados com um troféu especial por sua união e realizações teatrais ao longo de mais de duas décadas.
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Na foto de 1988, Paulo e sua filha, Bárbara, contracenam em O Olho Azul da Falecida, de Marcelo Machioro.
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Em 1962, Paulo se mudou com Nicette e a família para Curitiba. Lá, trabalhou na Escola de Teatro Guairá, na TV Paraná e Teatro de Comédia do Paraná, em que produziram diversas montagens, como Um Elefante no Caos, de Millôr Fernandes, em 1963, A Megera Domada, de Shakespeare, em 1964, O Santo Milagroso, de Lauro César Muniz, em 1965. Em 1966, sobre a direção de Antunes Filho, encenaram novamente A Megera Domada. Na foto, o casal na plateia da peça Cabaret, de 1989, em São Paulo.
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Em 1956, Paulo entra para o elenco da histórica Vestido de Noiva, em que contracenava com Henriette Morineau, com quem conviveu por vários anos e a quem diz de ver muito e sua formação. Para participar da peça de Nelson Rodrigues, Paulo e Nicette se mudaram para o Rio de Janeiro, onde ele também trabalhou no cinema, integrando o elenco do longa Rio Zona Norte, de Nelson Pereira dos Santos. Na foto de 1974, o casal contracena em O Prisioneiro da 2ª Avenida.
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Paulo foi também autor e lançou os livros 7 Vidas, Grandes Pratos e Pequenas Histórias de Amor. Seu último lançamento foi Vôo da Borboleta.
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
O casal em 2008. Mais recentemente, em 2011, Paulo Goulart deu vida ao Dr. Eliseu Vilanova de Morde e Assopra, de Walcyr Carrasco. Entre uma novela e uma peça, integrou o elenco de outras diversas minisséries, como O Auto da Compadecida (1999), Aquarela do Brasil (2000), Um Só Coração (2004), JK (2006) e Amazônia: de Galvez a Chico Mendes (2007).
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Além do teatro e da TV, Paulo também se dedicou ao cinema e filmou com importantes diretores, em longas como O Auto da Compadecida (de Guel Arraes), Pobre Menina Rica, Redentor (de Claudio Torres), entre outros.
Atores se casaram em 1954 e tiveram três filhos, além de muitas parcerias em trabalhos
Paulo Goulart e Nicette Bruno se conheceram no Teatro de Alumínio, em 1952. Foi também com ela que estreou nos palcos, em 1954, no espetáculo Senhorita Minha Mãe. Se casaram neste ano e tiveram três filhos, Beth, Bárbara e Paulo Filho. Além dos espetáculos, Paulo e Nicette mantiveram o projeto do Teatro nas Universidades, por meio do qual levaram aos estudantes (em sessões acompanhadas de debates) não apenas os seus trabalhos como uma seleção de encenações da temporada.
+ fotos sobre Goulart »