1. Usuário
Assine o Estadão
assine

FLORESTA

Floresta Invadida

Estradas e clareiras clandestinas evidenciam roubo de madeira na Reserva Extrativista de Gurupá-Melgaço, no Pará

06 DE Fevereiro DE 2013
27 DE Novembro DE 2012
24 DE Setembro DE 2012
09 DE Setembro DE 2012

floresta
Pobreza reina na área mais protegida do Pará Pobreza reina na área mais protegida do Pará Pobreza reina na área mais protegida do Pará Pobreza reina na área mais protegida do Pará Pobreza reina na área mais protegida do Pará Pobreza reina na área mais protegida do Pará Pobreza reina na área mais protegida do Pará Pobreza reina na área mais protegida do Pará Pobreza reina na área mais protegida do Pará
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
O Índice Firjam de Desenvolvimento Municipal reforça o retrato. Numa classificação que vai de 0 a 1, os municípios da Calha Norte ficaram, em média, com nota 0,533
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
Os indicadores sociais também são ruins, segundo o levantamento. Por exemplo: somente 11% dos domicílios da região têm saneamento adequado. A média do Pará era de 19% e a da Amazônia Legal, 24%
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
Em geral, o próprio Pará se encontra em situação mais precária que os outros Estados. O PIB per capita médio, de R$ 7.993 em 2008, de acordo com os últimos dados do IBGE
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
A proteção e a riqueza de biodiversidade ainda não se traduziram em melhores condições de vida para a população
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
Caso raro no Brasil, Calha Norte foi protegida pelos governos federal e estadual de modo preventivo. Hoje, 74% da área é composta por áreas protegidas
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
Até 2011, só 5% desse território havia sido desmatado, contra uma média de 20% do resto do Estado
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
A região, localizada ao norte do Estado, à margem esquerda do Rio Amazonas, tem 27 milhões de hectares e abriga cerca de 321 mil pessoas
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
Levantamento feito pelo instituto de pesquisa Imazon mostra que os indicadores socioeconômicos da Calha Norte são inferiores aos da média do Estado
Pobreza reina na área mais protegida do Pará
Com 74% de seu território preservado e protegido, a região da Calha Norte traz poucas alternativas de renda para a população
+ fotos sobre FLORESTA »