1. Usuário
Assine o Estadão
assine

ESQUARTEJAMENTO

04 DE Abril DE 2014
06 DE Junho DE 2013
28 DE Maio DE 2012
04 DE Março DE 2012
28 DE Fevereiro DE 2012

esquartejamento
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Ela foi presa em 4 de junho e confessou o assassinato no dia seguinte. O crime se diferencia dos demais pela vítima ter sido o marido. Na foto, Elize no presídio de Tremembé (SP)
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Elize Matsunaga matou e esquartejou o marido, o ex-diretor da Yoki Marcos Kitano Matsunaga, em maio de 2012. Depois, colocou os pedaços do corpo em uma mala e jogou o objeto em uma chácara em Cotia
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Em 2010, Rafael Lima flagrou a ex-mulher com outro homem e, em "ato de fúria", a matou e escondeu o corpo em uma mala
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Em 2003, o cirurgião plástico Farah Jorge Farah esquartejou a dona de casa Maria do Carmo Alves. O corpo da vítima foi encontrado no porta-malas do carro de Farah, em cinco sacos pretos
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Chico Picadinho foi solto em 1974 por bom comportamento. Em 76, matou e esquartejou a prostituta Ângela de Souza da Silva. Apesar de ter cumprido a pena máxima, continua encarcerado até hoje
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Conhecido como Chico Picadinho, Francisco Costa Rocha estrangulou e esquartejou a bailarina austríaca Margareth Suida, de 38 anos, em um apartamento em São Paulo em 1966
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Em uma caixa, o corpo foi despachado no porto de Santos para a França. Entretanto, o plano não deu certo porque a carga chamou atenção pelo cheiro
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
Em 1928, Maria Mercedes Féa foi asfixiada pelo marido, o italiano José Pistone
Relembre os casos em que os romances envolveram violência e ocultação de corpos em malas
O auxiliar de limpeza Eduardo Sebastião do Patrocínio, de 42 anos, confessou ter estrangulado e matado cinco mulheres na zona leste de SP. Uma das vítimas teria sido colocada dentro de uma mala
+ fotos sobre esquartejamento »