1. Usuário
Assine o Estadão
assine

DESPEDIDA

Pato se despede dos companheiros do Milan

O Corinthians anunciou nesta quinta-feira (03.01) a contratação do atacante

04 DE Abril DE 2014
27 DE Março DE 2014
19 DE Dezembro DE 2013
10 DE Dezembro DE 2013

despedida
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Novato, Zico foi convocado pelo entáo técnico da seleção brasileira, Cláudio Coutinho, para disputar a Copa do Mundo de 1978 na Argentina. Por questões físicas, no terceiro jogo da Copa perdeu a titularidade para Jorge Mendonça
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Zico comemora gol com Sócrates e Serginho Chulapa em amistoso com contra a República da Irlanda, em Uberlândia, 1982
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Contra a Irlanda do Norte na Copa do Mundo do México de 1986, Zico recebeu forte marcação e não marcou. Os gols da vitória brasileira por 3 a 0 saíram dos pés de Careca em duas oportunidades e Josimar selou o placar
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Em um dos momentos mais marcantes de sua carreira, Zico comemora com Falcão o gol da vitória contra a Argentina na Copa do Mundo de 1982, na Espanha
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
No Mundial de 1982, marcou quatro vezes. Em 1986, após se recuperar de grave contusão no joelho, foi reserva e entrou em três dos cinco jogos da campanha brasileira
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Gentile, da Itália, observa Zico com a camisa rasgada, durante a partida entre os dois escretes na Copa do Mundo de 1982. O Brasil perdeu a partida por 3 a 2
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Zico é puxado dentro da área pelo zagueiro Gentile, da Itália, no jogo em que a Seleção Brasileira foi derrotada por 3 a 2
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Seleção brasileira antes da partida contra a Rússia, pela Copa de 82. Em pé: Valdir Perez, Oscar, Leandro, Falcão, Luizinho e Júnior; agachados: Dirceu, Sócrates, Serginho, Zico e Éder
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Durante a fase preparatória do Brasil para a Copa do Mundo de 82, o técnico Telê Santana posa para foto junto dos jogadores Sócrates e Zico
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Zico participou de lendárias seleções, porém, nunca venceu uma Copa do Mundo. Com Sócrates e Toninho Cerezo, o ídolo do Flamengo era tido como um dos protagonistas do grupo do técnico Telê Santana
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
Zico, que disputava o seu primeiro jogo pela seleção, fez o segundo gol brasileiro aos 39 minutos da etapa complementar. O jogador do Flamengo completaria 23 anos dali a sete dias
No dia 27/03/1989, Arthur Coimbra vestia pela última vez o uniforme canarinho
O primeiro jogo de Zico com a camisa da seleção brasileira ocorreu contra o Uruguai, em partida válida pela Taça do Atlântico. No primeiro tempo, Nelinho, de falta, abriu o placar para o Brasil aos nove minutos. Ocampo empatou 16 minutos depois
+ fotos sobre DESPEDIDA »