1. Usuário
Assine o Estadão
assine

DELUBIO

Ex-ministro José Dirceu se apresenta à Polícia Federal em São Paulo

O ex-ministro da Casa Civil disse que espera que haja Justiça no caso do mensalão mineiro ? processo criminal sobre denúncia de financiamento ilegal da campanha à reeleição do então governador de Minas, Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998

18 DE Março DE 2014
28 DE Fevereiro DE 2014
27 DE Fevereiro DE 2014
22 DE Fevereiro DE 2014
20 DE Fevereiro DE 2014

delubio
Delúbio começa a trabalhar na CUT em Brasília Delúbio começa a trabalhar na CUT em Brasília Quarto dia de julgamento dos recursos do mensalão Quarto dia de julgamento dos recursos do mensalão Quarto dia de julgamento dos recursos do mensalão Julgamento dos recursos: primeiro dia Julgamento dos recursos: primeiro dia Depoimento de Delúbio
Delúbio começa a trabalhar na CUT em Brasília
Delúbio Soares saiu da prisão pela primeira vez desde que se entregou à Polícia Federal há pouco mais de dois meses. Por volta de oito horas da manhã da segunda-feira, 20 de janeiro, o ex-tesoureiro do PT chegou ao escritório da Central Única dos Trabalhadores, em Brasília, onde deve atuar como assessor da direção nacional da entidade e receberá um salário de R$ 4,5 mil. Condenado a 6 anos e 8 meses de prisão, Delúbio poderá trabalhar durante o dia, de segunda a sexta-feira.
Delúbio começa a trabalhar na CUT em Brasília
Delúbio Soares saiu da prisão pela primeira vez desde que se entregou à Polícia Federal há pouco mais de dois meses. Por volta de oito horas da manhã da segunda-feira, 20 de janeiro, o ex-tesoureiro do PT chegou ao escritório da Central Única dos Trabalhadores, em Brasília, onde deve atuar como assessor da direção nacional da entidade e receberá um salário de R$ 4,5 mil. Condenado a 6 anos e 8 meses de prisão, Delúbio poderá trabalhar durante o dia, de segunda a sexta-feira.
Quarto dia de julgamento dos recursos do mensalão
O quarto dia de julgamento foi interrompido sem chegar a uma conclusão sobre a aplicação da multa aplicada ao operador do mensalão, o empresário Marcos Valério. O tema gerou discussão entre os ministros, e o decano Celso de Mello sugeriu o encerramento da sessão para que a discussão seja retomada na próxima semana
Quarto dia de julgamento dos recursos do mensalão
Ramon Hollerbach e Enivaldo Quadrado tiveram suas penas reduzidas após os ministros acolherem parcialmente os argumentos nos embargos de declaração. Condenado a 3 anos e 4 meses de reclusão, Hollerbach teve pena reduzida para 2 anos e 8 meses. Já a defesa do ex-corretor Enivaldo Quadrado argumentou que à sua pena, de 3 anos e 6 meses de reclusão, poderia ser aplicada a substituição por multa de 300 salários mínimos e prestação de serviços comunitários - e os argumentos foram acolhidos
Quarto dia de julgamento dos recursos do mensalão
Na quarta sessão de julgamento dos recursos do mensalão, a Corte rejeitou, por unanimidade, os embargos de declaração apresentados pelo ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares. Ele foi condenado a 2 anos e 3 meses por formação de quadrilha e a 6 anos e oito meses por corrupção ativa, sem alteração nas penas
Julgamento dos recursos: primeiro dia
Em sua estreia no julgamento do mensalão, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso afirmou que a corrupção não pode ser politizada, descolando, desta forma, o esquema ocorrido em 2005 do PT. "Não existe corrupção do PT, do PSDB ou do PMDB. Existe corrupção. Não há corrupção melhor ou pior, dos ‘nossos’ ou dos ‘deles’. Não há corrupção do bem. A corrupção é um mal em si e não deve ser politizada", disse
Julgamento dos recursos: primeiro dia
O réu Carlos Alberto Quaglia foi absolvido por formação de quadrilha. O STF determinou em 2012 apenas o repasse das acusações à primeira instância, devido a vícios formais. Na quarta-feira, 14/8, questionados de que houve a absolvição de outros supostos integrantes da quadrilha, os membros da Corte optaram por emitir habeas corpus retirando a acusação contra o réu. Quaglia responderá só por lavagem de dinheiro
Depoimento de Delúbio
Delúbio Soares, ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT), comparece ao Fórum Criminal da Justiça Federal em São Paulo para prestar depoimento no processo referente ao caso do mensalão.
+ fotos sobre DELUBIO »