1. Usuário
Assine o Estadão
assine

DELACAO

03 DE Dezembro DE 2014
26 DE Novembro DE 2014
13 DE Novembro DE 2014
06 DE Novembro DE 2014
05 DE Novembro DE 2014

delacao
Presidente da CPMI da Petrobrás, Vital do Rêgo O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa chega a sua casa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa Paulo Roberto Costa mencionou governadores e parlamentares em depoimento de delação premiada
Presidente da CPMI da Petrobrás, Vital do Rêgo
Presidente da CPMI da Petrobrás, Vital do Rêgo, foi indicado para o TCU
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
Paulo Roberto Costa responde a dois processos na Justiça Federal do Paraná, por envolvimento no esquema de desvio de dinheiro do doleiro Alberto Youssef
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
O ex-diretor cumpre prisão domiciliar no Rio de Janeiro como parte de um acordo de delação premiada
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa chega a sua casa
Costa foi recebido na porta de casa por uma mulher que o abraçou logo que ele desembarcou da viatura
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
Investigado pela Operação Lava Jato, o ex-diretor da Petrobras é suspeito de envolvimento com um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
Segundo a estatal, o pedido de acesso aos depoimentos tem por objetivo apurar as possíveis irregularidades nos seus contratos
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
Convocado a depor na CPMI que investiga a petroleira, Costa manteve-se em silêncio para não comprometer os termos da delação premiada
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
O líder do PMDB afirmou que a delação premiada ainda não foi concluída ainda e que os casos revelados até agora, como o de Renan, não tem a ver com a Petrobrás
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
Segundo Dilma, as denúncias envolvendo a Petrobras "não têm a ver com gestão"
O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa
Apesar de cobrar uma investigação interna, Sinedino é cético quanto aos resultados disso
Paulo Roberto Costa mencionou governadores e parlamentares em depoimento de delação premiada
Segundo o ex-diretor da estatal, o responsável por intermediar o esquema junto aos envolvidos do PT era o tesoureiro do partido, João Vaccari Neto.
+ fotos sobre DELACAO »