1. Usuário
Assine o Estadão
assine

CONFRONTO

Conflito sectário na Síria contamina cidade libanesa

Trípoli, a 30 km da fronteira com a Síria, vive confrontos entre sunitas e alauítas

13 DE Julho DE 2014
12 DE Julho DE 2014
19 DE Junho DE 2014
23 DE Maio DE 2014
17 DE Maio DE 2014

confronto
Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes apoiam metroviários Manifestantes fecharam rua Vergueiro em apoio à greve
Manifestantes apoiam metroviários
Pichação em apoio aos metroviários critica o governador Geraldo Alckmin. A categoria havia proposto catraca livre para não prejudicar usuários do metrô, mas governo não aceitou. No domingo a greve foi considerada abusiva pelo TRT, entretanto, trabalhadores seguem de braços cruzados.
Manifestantes apoiam metroviários
Momento da votação de metroviários para deixar o piquete feito na estação Ana Rosa. Manifestação de apoio aos grevistas com diversos movimentos sociais está em frente à Secretaria de Transportes.
Manifestantes apoiam metroviários
Tropa de choque entra na estação Ana Rosa do metrô para desfazer piquete de trabalhadores. A estação já foi liberada.
Manifestantes apoiam metroviários
A greve dos metroviários conta com o apoio de diversos movimentos sociais. Estudantes estão entre os manifestantes que se encontravam na Praça da Sé.
Manifestantes apoiam metroviários
Manifestantes do MTST chegam à Praça da Sé para encontrar os metroviários em greve. Junto com eles também estão integrantes do MPL, da Luta de Transporte Extremo Sul, Fanfarra do Mal e outros movimentos. O ato é em apoio a greve dos metroviários que contina nesta segunda-feira, 9, e contra a ação da PM na estação de metrô Ana Rosa, onde houve piquetes na manhã de hoje. A manifestação deve partir em direção a secretaria Estadual de Transporte.
Manifestantes apoiam metroviários
Manifestantes do MTST chegam à Praça da Sé para encontrar os metroviários em greve. Junto com eles também estão integrantes do MPL, da Luta de Transporte Extremo Sul, Fanfarra do Mal e outros movimentos. O ato é em apoio a greve dos metroviários que contina nesta segunda-feira, 9, e contra a ação da PM na estação de metrô Ana Rosa, onde houve piquetes na manhã de hoje. A manifestação deve partir em direção a secretaria Estadual de Transporte.
Manifestantes apoiam metroviários
A greve dos metroviários conta com o apoio de diversos movimentos sociais. Estudantes estão entre os manifestantes que se encontravam na Praça da Sé.
Manifestantes apoiam metroviários
No meio da confusão um cartaz que pedia a demissão dos metroviários. O governo demitiu 60 funcionários e prometeu fazer o mesmo com os trabalhadores que não se apresentassem para o serviço. A greve foi considerada abusiva no último domingo, mas o sindicato optou por continuar com a paralisação. Os metroviários haviam sugerido catraca livre para não penalizar a população. A proposta foi rejeitada pelo governo que não quis negociar com os trabalhadores.
Manifestantes apoiam metroviários
Mais uma vez os usuários de metrô tiveram que optar pelos ônibus colocados à disposição pela SPtrans. Mesmo com a grande quantidade de ônibus e a liberação do rodízio pela CET, o aperto na hora de ir para o trabalho era grande.
Manifestantes apoiam metroviários
A ação da tropa de choque provocou muito tumulto. Manifestantes fugiam das bombas de gás e corriam por entre os carros que passavam pelo local. Pedestres e usuários do metrô se assustaram com a confusão.
Manifestantes apoiam metroviários
A rua Vergueiro amanheceu fechada por manifestantes. A tropa de choque atirou bombas de gás contra os manifestantes para liberar a via. A greve foi considerada abusiva pelo TRT, mas os trabalhadores continuam de braços cruzados. O governo não quis negociar e já demitiu 60 funcionários.
Manifestantes fecharam rua Vergueiro em apoio à greve
Bombeiros apagam barricadas que manifestantes fizeram para se proteger da ação da tropa de choque. Em apoio aos metroviários, várias pessoas fecharam a rua Vergueiro, o que provocou muito trânsito na região. O tumulto assustou pedestres e usuários do metrô que passavam pelo local.
+ fotos sobre confronto »