1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Corrupção em Campinas

Crise política e denúncias de corrupção derrubam prefeito e vice-prefeito da cidade

Edu Fortes/AAN

Após as cassações do prefeito e do vice-prefeito, a Câmara de Campinas escolheu seu novo prefeito em eleição indireta para uma gestão de 8 meses. Em votação aberta, 22 vereadores optaram por o atual presidente da Câmara Pedro Serafim, que segue no comando do Executivo até dezembro. A eleição ocorreu pelo princípio da dupla vacância, quando prefeito e vice-prefeito deixam o cargo. Hélio de Oliveira Santos (PDT), reeleito em 2008, foi cassado em agosto do ano passado. Seu vice, Demétrio Vilagra (PT), assumiu o cargo, mas também sofreu impeachment em dezembro.Veja abaixo a cronologia do caso:

Janeiro de 2011 - Sob acordo de delação premiada, Luiz Augusto Castrillon de Aquino, ex-presidente da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa), empresa de saneamento municipal de Campinas, revela ao Ministério Público detalhes de suposto esquema de corrupção da empresa.

19 de abril de 2011 - Rosely Nassim Jorge Santos, mulher e então chefe de gabinete do ex-prefeito de Campinas, Dr. Hélio (PDT), é intimada pelo Ministério Público a depor em inquérito que apura suposto esquema de pagamento de propinas em contratos da Sanasa.

20 de maio de 2011 - 12 suspeitos de envolvimento em organização criminosa para desvio de recursos públicos, corrupção e fraudes em licitações da Sanasa são presos. O esquema teria causado prejuízos de R$ 615 milhões aos cofres públicos. Policiais e a promotoria organizaram um cerco à Prefeitura de Campinas e fizeram uma devassa no 4º andar do prédio, onde fica o gabinete do prefeito.

23 de maio de 2011 - Câmara Municipal de Campinas aprova a instalação de uma Comissão Processante para investigar o prefeito Dr. Hélio e as denúncias relativas à Sanasa.

9 de junho de 2011 - Juiz manda prender a mulher de Dr. Hélio, Rosely Nassim Jorge Santos, e o vice-prefeito Demétrio Vilagra (PT). Ambos ficam foragidos até 15 de junho de 2011, quando o Tribunal de Justiça revoga os mandados de prisão.

15 de junho de 2011 - Câmara de Campinas rejeita pedido de afastamento de Dr. Hélio com 16 votos favoráveis, 15 contrários e duas ausências. Para afastar o prefeito eram necessários os votos de dois terços dos 33 vereadores.

16 de agosto - Comissão Processante apresenta relatório final com as seguintes acusações contra Dr. Hélio: omissão do prefeito em relação às infrações político-administrativas e atos de corrupção praticados por integrantes do primeiro escalão da administração na Sanasa, irresponsabilidade legal e política na defesa de bens no caso de parcelamento de solo e comportamento incompatível com a dignidade e decoro de seu cargo ao ignorar tráfico de influência na liberação de alvarás para instalação de antenas de celulares.

20 de Agosto de 2011 - Dr. Hélio é cassado por suposto envolvimento em fraudes em licitações por 32 votos a 1.

23 de Agosto de 2011 - Assume o vice-prefeito Demétrio Vilagra (PT).

21 de Dezembro de 2011 - Demétrio Vilagra é cassado por 29 dos 33 vereadores. Segundo Comissão Processante instalada na Câmara, Vilagra assumiu a prefeitura em sete oportunidades durante a gestão de Dr. Hélio e sabia das irregularidades.

26 de Dezembro de 2011 - O então presidente da Câmara, Pedro Serafim Júnior (PDT), assume a prefeitura, com 90 dias para convocar novas eleições para eleger um prefeito-tampão que administrará a cidade até 31 de dezembro de 2012.

27 de Fevereiro de 2012 - Justiça decreta a quebra do sigilo bancário e fiscal de Dr. Hélio e de dois ex-secretários municipais, Carlos Henrique Pinto (Negócios Jurídicos), e José Francisco Kerr Saraiva (Saúde).

10 Abril de 2012 - Câmara Municipal de Campinas realiza a eleição do novo prefeito. Os candidatos são: vereadores Pedro Serafim Júnior (PDT), Arly de Lara Romêo (PSB), Antonio Francisco dos Santos (PMN) e o procurador José Ferreira Campos Filho (PRTB). Pedro Serafim foi eleito com 22 votos.

Estadão.com.br
Vice-prefeito de Campinas toma posse sob acusações | Mais vídeos

Vilagra assumiu a prefeitura em sete oportunidades e sabia das irregularidades

Estadão.com.br
Administração
Vice-prefeito de Campinas diz estar preparado
Vice-prefeito de Campinas diz estar preparado

Demétrio não comentou sobre a avalanche de denúncias de corrupção

Corrupção
Áudios
Defesa

Câmara rejeita afastamento do prefeito Dr. Hélio

Defesa 2

Advogado defende lobby: 'Prefeito está de parabéns'

Estadão.com.br
Reeleito
Hélio põe Viracopos entre as prioridades
Hélio põe Viracopos entre as prioridades

PDT e outros 11 partidos participaram da coligação do prefeito de Campinas

Mais notícias sobre Campinas

Notícias e reportagens