1. Usuário
Assine o Estadão
assine

CADE

O Supercade e suas decisões

Gesner Oliveira, sócio-diretor da GO Associados e ex-presidente do Cade, comenta as novas regras para a atuação do órgão e as decisões envolvendo os grupos Pão de Açúcar e JBS.

18 DE Agosto DE 2014
28 DE Julho DE 2014
07 DE Julho DE 2014
23 DE Junho DE 2014
06 DE Junho DE 2014

cade
O Presidente do CADE, Vinícius Carvalho, durante entrevista exclusiva para o Estadão Viúva de Amarildo está desaparecida há 10 dias Após decisão, empresa deve recorrer na Justiça para evitar restrições Prazo para abertura de processo administrativo ou arquivamento é de 180 dias Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo Badin assume a presidência do Cade
O Presidente do CADE, Vinícius Carvalho, durante entrevista exclusiva para o Estadão
Foco. Negócio com GVT terá análise separada, diz Carvalho
Viúva de Amarildo está desaparecida há 10 dias
A família ficou sem notícias de Elizabeth Gomes da Silva entre os dias 30 de junho e 10 de julho
Após decisão, empresa deve recorrer na Justiça para evitar restrições
Após decisão, empresa deve recorrer na Justiça para evitar restrições
Prazo para abertura de processo administrativo ou arquivamento é de 180 dias
Prazo para abertura de processo administrativo ou arquivamento é de 180 dias
Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo
O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputado Marcelo Freixo (PSOL, de camiseta preta), lembrou que cerca de 5.500 pessoas desaparecem por ano no Estado do Rio, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP). "Qual a política pública para se investigar esses sumiços? E quantos homicídios e autos de resistência estão escondidos por trás desses desaparecimentos?", questionou
Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo
O diretor da Anistia Internacional no Brasil, Atila Roque, disse que somente a mobilização da sociedade vai impedir que o desaparecimento de Amarildo fique sem solução. "Não pode a essa altura se repetir o padrão de criminalizar a vítima. A família do Amarildo é vítima. Este caso sintetiza décadas em que as favelas foram tratadas como territórios de exceção. Exceção de direitos e de cidadania"
Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo
O relatório, no entanto, foi desconsiderado pelo delegado Orlando Zaccone, titular da 15ª DP. "Minha casa nunca foi usada por traficante. Estão inventando isso para mudar o foco. Hoje está sendo o primeiro dia dos pais que meus filhos não o terão por perto. A caçula, de 5 anos, era muito apegada ao pai e até hoje pergunta por ele... Já que meu marido está morto, só nos resta lutar por justiça". Na foto, Anderson Gomes, filho de Amarildo
Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo
Elizabete Gomes da Silva, mulher de Amarildo, falou pela primeira vez desde que vieram à tona denúncias de que sua casa seria utilizada como refúgio de traficantes. A informação consta de relatório do delegado Ruchester Marreiros, que presidiu o inquérito da 15ª DP (Gávea) que resultou na Operação Paz Armada, na qual dezenas de traficantes da Rocinha foram presos em 13 de julho
Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo
Além dos seis filhos e da mulher de Amarildo, estiveram presentes familiares da juíza Patrícia Acioli, executada por policiais militares há exatos dois anos; artistas como Paula Lavigne, Fernanda Paes Leme e Thaila Ayala; além de representantes de grupos de direitos humanos. Os ativistas estenderam duas faixas na passarela da Rocinha, com os dizeres "Onde está Amarildo?" e "Quem matou o Amarildo?"
Ativistas e moradores da Rocinha voltam a cobrar solução para o caso Amarildo
Cerca de 50 pessoas participaram, na manhã deste domingo (11), de um ato convocado pela Anistia Internacional de solidariedade à família do pedreiro Amarildo Dias de Souza, de 43 anos, desaparecido desde 14 de julho quando foi levado por policiais militares de sua casa à sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha "para averiguação"
Badin assume a presidência do Cade
Arthur Badin assume a presidência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) durante cerimônia no Ministério da Justiça, em Brasília, nesta quarta-feira. 12/11/2008
+ fotos sobre Cade »