1. Usuário
Assine o Estadão
assine

ARGENTINA

24 DE Maio DE 2015
22 DE Maio DE 2015
21 DE Maio DE 2015
20 DE Maio DE 2015

argentina
Coppola - Gundolph Pfotenhauer/Divulgação
Coppola

O cineasta norte-americano Francis Ford Coppola é um veterano no quesito hotelaria. As viagens para filmar Apocalypse Now (1979) despertaram nele o desejo de adquirir uma propriedade no sul das Filipinas. No entanto, quando sua mulher encontrou um refúgio em Belize, o oscarizado cineasta fez sua estreia no ramo de hospedagem. Ele conta que, originalmente, o Blancaneaux Lodge seria só um refúgio para escrever, mas, a partir de 1993, passou a aceitar hóspedes.

Hoje, o diretor da trilogia O Poderoso Chefão tem uma rede – Coppola Resorts – com cinco empreendimentos. O Blancaneaux Lodge (desde US$ 279) conta com 20 apartamentos em meio a uma reserva ambiental, entre cachoeiras, trilhas e cavernas. Também em Belize está o Turtle Inn (desde US$ 319), resort à beira-mar que oferece bicicletas grátis para os hóspedes explorarem as imediações.
 Na Guatemala fica o La Lancha (desde US$ 129), hotel-butique próximo ao Lago Petén Itzá e de ruínas maias. Já o Palazzo Margherita, segundo Coppola, é “um sonho que se tornou realidade”. Localizado em Bernalda, numa área pouco conhecida dos turistas no sul da Itália, perto de Puglia, a propriedade é uma obra de arte com afrescos no teto, clima colonial, jardins com fontes e quartos amplos. Mas o preço está mais para pesadelo: desde 2 mil euros, duas noites, para dois.

A obra mais recente do diretor em termos de hotelaria é o Jardín Escondido, uma parceria com a rede Bourbon, em Buenos Aires. Foi ali que Coppola se hospedou durante as filmagens de Tetro (2009). Encantado com o local e a vizinhança, decidiu adquirir a propriedade, em Palermo. São apenas sete suítes – a Francis era onde o cineasta dormia em sua temporada na argentina. Diárias a partir de US$ 163,80.

< >
+ fotos sobre Argentina »