Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 

Dez anos da guerra no Afeganistão

Conflito completa uma década sem resolução e com mais de 13 mil mortos, entre civis e militares

Soldados americanos destacados no AfeganistãoRodrigo Abd/AP

Em 7 de outubro de 2001, a força internacional liderada pelos Estados Unidos deu início aos bombardeios no Afeganistão em resposta aos atentados terroristas perpetrados pela Al-Qaeda pouco menos de um mês antes, em 11 de setembro.

Dez anos  - e mais de 13 mil vidas perdidas, entre civis e militares - depois, o conflito continua sem resolução. Mais que isso, espalhou-se para países vizinhos e mergulhou os Estados Unidos em mais uma guerra que não se sabe se está ganhando ou perdendo.

Barack Obama assumiu a presidência dos Estados Unidos em 2009 com a promessa de retirar os militares americanos do país antes dominado pelo Taleban.

O cronograma proposto pelo presidente prevê a retirada completa das tropas até o fim de 2014, mas as dúvidas sobre a capacidade das forças afegãs em manter a segurança local por conta própria colocam em xeque a viabilidade do fim da empreitada americana.

Siga o Estadão

Dez anos de guerra
Guerra sem fim próximo
Guerra sem fim próximo

ASSISTA: Para a jornalista, conflito no Afeganistão deixa sensação de frustração

Especial
Saiba como a coalizão internacional se divide para combater a insurgência - Arte/O Estado de S. Paulo
Foto: Arte/O Estado de S. Paulo
Mapa da divisão da Otan | Mais Fotos

Saiba como a coalizão internacional se divide para combater a insurgência

Mais de 1.800 soldados americanos morreram na guerra afegã desde 2001 - Arte/O Estado de S. Paulo
Foto: Arte/O Estado de S. Paulo
Mortos (civis e militares dos Estados Unidos) | Mais Fotos

Mais de 1.800 soldados americanos morreram na guerra afegã desde 2001

Saída deve ser concluída em 2014; em 2011, efetivo chegou a 100 mil - Arte/O Estado de S. Paulo
Foto: Arte/O Estado de S. Paulo
Cronograma da retirada militar dos Estados Unidos | Mais Fotos

Saída deve ser concluída em 2014; em 2011, efetivo chegou a 100 mil

Da invasão soviética ao plano de saída dos EUA, momentos da história recente do país - Ali Ahmed/Reuters
Foto: Ali Ahmed/Reuters
Três décadas de violência e caos no Afeganistão | Mais Fotos

Da invasão soviética ao plano de saída dos EUA, momentos da história recente do país

O Estado de S. Paulo
Adriana Carranca
Trecho de 'O Afeganistão depois do Talibã' | Mais vídeos

Ouça capítulo do livro, recém-lançado pela repórter especial do 'Estado'.

Jornalista analisa Afeganistão depois do Taleban | Mais vídeos

Repórter do 'Estado' viajou duas vezes ao Afeganistão e relata experiência no país

'Missão está sendo deixada pela metade' | Mais vídeos

Mesmo com Bin Laden morto, vida de afegãos piorou desde a chegada de tropas da Otan

Repercussões da guerra
Estadão ESPN
No dia 7/10/2001

Invasão do Afeganistão pelos EUA começou há dez anos

Aliás na rádio

A decisão de Obama de retirar tropas do Afeganistão

Galerias de fotos
Mês em que Obama ganhou Nobel da Paz teve maior número de baixas no país desde 2001 - Susan Walsh/AP
Foto: Susan Walsh/AP
Guerra e paz no Afeganistão | Mais Fotos

Mês em que Obama ganhou Nobel da Paz teve maior número de baixas no país desde 2001

TV Estadão
O Afeganistão logo após 11/9 | Mais vídeos

O editor de Internacional do 'Estado' foi enviado especial ao Afeganistão em 2001

Jeito novo de fazer guerra | Mais vídeos

Roberto Godoy explica como o 11/9 deu impulso à revolução de aviões não tripulados

Obama anuncia retirada | Mais vídeos

Assista momento em que ele anuncia recuo de 10 mil soldados até o fim de 2011 (em inglês)

No cinema
'Você não gosta da verdade: 4 dias em Guantánamo' | Mais vídeos

Um prisioneiro é acusado de matar um soldado no Afeganistão quando tinha apenas 15 anos

'Restrepo' | Mais vídeos

Indicado ao Oscar em 2011, filme mostra a vida de soldados dos EUA no Afeganistão

Mais notícias sobre Afeganistão

Notícias e reportagens